sexta-feira, 3 de julho de 2009

OFERTA NA ADORAÇÂO

Genesis 4:4

E Abel ,também trouxe dos primogenitos de suas ovelhas e de sua gordura.Ora,o Senhor atentou para Abel e para sua gordura.


Aqui encontramos um relato de dois típicos tipos de pessoas que servem à D'us.Podemos dizer que Adão e Eva representam estas pessoas.Sabemos que o reino de D"us consiste em gerar vidas e vidas separadas para reinar juntamente com Yeshua e para glorificação deste reino.
Adão gerou filhos,mas filhos com aspécto iguais,mas com atitudes diferentes.
Se analizarmos os aspectos idênticos nestes filhos percebemos que há uma vivência,ou seja,Caim e Abel foram criados com os mesmos ensinamentos,costumes e tradição que seus pais ,Adão e Eva viviam e lhes ensinaram a viver.
Caim optou em ser um lavrador,cuidar da terra,arando-a,semeando e cultivando,para colher os melhores frutos para sustento de sua familia.Por outro lado,Abel tornou-se um pastor de ovelhas,guardador de gado.
Os dois cresceram juntos,conviviam o mesmo ambiente familiar.Entretando,notamos que há um envolvimento diferente na motivação emocional de um em relação ao outro.Caim,ao meu ver mostrava-se uma pessoa apatica,indiferente e desmotivada em relação à D'us.A imprenssão que ele nos passa é daquela pessoa que faz tudo como uma obrigação,porque lhe foi ensinado assim,a particar certas coisas.A tradição o acompanha e ele vê D'us como alguém que o colocou neste mundo,e como troca ,lhe oferece o fruto do seu trabalho,uma oferta .
Caim tira do fruto da terra uma oferta qualquer,alguma coisa,ele separa para o Senhor.E é aqui que percebemos a frieza e desconsideração para com seu Criador.
Da mesma maneira,percebemos e que a cada dia em todos os tempos,vemos pessoas como Caim.E onde podemos encontrá-los?
D'us separou para si um povo.Um povo do qual ele chama de filhos e filhos amados ;e o desejo dele é ter um relacionamento de amor como Pai amoroso e bom,e em troca ele apenas requer destes filhos,a obediência.
Quem são os Caim de hoje?São todos aqueles que desobedecem a D'us e procedem mal,não dominando suas más inclinações,emoções,saindo da posição justa à qual fomos chamados a viver. e ser achados.D'us disse a Adão como primeira ordem "tenha domínio"!...E adão saiu da sua posição,perdendo o controle de dominar e de exercer autoridade sobre suas emoções,deixando assim ser influênciado pelo pecado da sedução.A mesma cena se repete em seu filho Caim,pois ao perceber que sua oferta não havia sido aceita por D'us,ou seja,D'us se agradou mais da oferta de Abel...sai da posição de justiça perdendo o total domínio de suas emoções,ao reprochar seu sentimento de ira e indignação.
O Senhor disse a Caim(Gn 4:6-7)Porque te iraste?E porque o teu semblante está decaído?SE procederes bem,não serás aceito?E se procederes mal,o pecado faz à porta,e sobre ti será seu desejo.Mas deves dominar sobre ele.
Caim deixou-se envolver pelas suas emoções ,pela sua má inclinação e o resultado foi a morte.Caim mata seu irmão Abel,perdendo,agora ,o direito daquilo que lhe fora incumbido por direito e que lhe pertencia,"cultivar a terra".
Genesis 4:10-11 "E disse D'us: Que fizeste?A voz do sangue de teu irmão clama da terra a mim.E agora maldito és tu sobre a terra,que abriu sua boca para receber o sangue de teu irmão derramado por tua mão.
Toda a sua vida,estava agora sendo derramada sobre a terra,pois que todas as vezes que Caim lavrasse a terra,não receberia dela o alimento,o fruto do seu trabalho,mas sim,receberia dela a culpa pelo derramar do sangue de seu irmão.Perdeu o privilégio de ter um relacionamento com D'us,tendo que agora,fugir sempre da sua presença.
Da mesmoa forma acontece com todo aquele que aborrece o Senhor e vive no pecado.E como podemos perceber estes Caim?Primeiro,quando separamos da nossa vida uma oferta ao Senhor!
Ao oferecermos algo à D'us, Ele não está interessado no valor da oferta,mas com a kavaná,intenção do nosso coração em ofertá-lo.CAim,trouxe da terra uma oferta ao Senhor;qualquer coisa do que ele havia colhido;porém Abel trouxe a primícia,ou seja,a primogenitura da sua criação.D'us,quando criou o mundo,depois de todo trabalho,no setimo dia ele descansou de toda a sua obra,e porque?Porque nosétimo dia,após todo o trabalho,ele pode contemplar a beleza de tudo o que fizera.Ele contemplou e como primícia a si mesmo ofertou.O ato de dar-mos ao Senhor as primícias de nossas mãos,é um ato de dizer:D'us tudo é teu,pode descansar na contemplação dos feitos de minhas mãos,porque elas foram feitas por ti,e tudo o que tenho e sou,vem de ti!
Por isso entendemos que Abel compreendeu o princípio da oferta e por ela ser abençoado.Seu coração era doador,pois toda boa dádiva vem do Pai das luzes,e o seu coração desejou apesar ser grato e agradável a Ele.No entanto,caim não descobriu o princípio da devoção,não buscou interessar-se por isso,e a única disposição que tinha em si,era a de cumprir um ato devocional.
Muitos tem entrado diante de D'us da mesma maneira,preocupados em cumprir um ritual de adoração:"Qualquer musica,qualquer lugar e de qualquer jeito,numa atitude religiosa,em uma adoração corriqueira,como se D"us fosse cambista".Olha D'us,eu vim aqui hoje,vou cantar uma canção para você e em troca o Senhor me dá a sua benção.
Em Provérbios 21:27 diz: " A oferta dos ímpios é abominação;e ainda mais se ele oferece com intenção malígna!"
D'us não recebe este louvor,este tipo de adoração é desprezível aos olhos dele.Precismos ofertar ao Senhor tudo o que é primeiro em nossas vidas.Abel tinha isso em mente,a primazia da sua vida,do seu trabalho era para o seu Senhor.
Caim trouxe uma oferta,alguma coisa ele trouxe ao Senhor,mas Abel devolveu a primazia e a gordura.
A palavra gordura em hebraico ,é chelvei,o melhor do animal.A gordura era o símbolo da fartura e da prosperidade.Quando Abel ofereceu ao Senhor a gordura de suas crias,ele estava dizendo "estou te entregando a minha fartura e prosperidade.O que vemos hoje é o contrário:Exigimos que D'us dê fartura e prosperidade,pois se assim,ele não fizer,estará indo contra a sua própria palavra.No entanto,devemos ser como Abel,dar sem querer receber nada em troca,mas sim termos a alegria de fazer a vontade do pai e obedêce-lo,este é nosso papel.(Gn 4:4 "Ora o Senhor atentou para Abel e para sua oferta").
O Senhor refletiu na intenção do coração de Abel:este tem disposição na adoração,e adoração na oferta!
este é o desejo do coração do pai "encontrar os Abel no meio do seu povo.Gente disposta a entregar-se como oferta suave a Ele.
Romanos 12_1 "Rogo-vos,pois irmãos,pelas misericórdias de D'us,que apresenteis os vosso corpos por sacrifício vivo,santo r agradável a D'us que é o vosso culto racional.
Hoje não precisamos mais imolar um animal para oferecer a D'us.Hoje somos a oferta de sacrifício viva.Entretanto é preciso dar o primeiro passo,apresentando-nos em disposição,subordinados na vontade dele,em total entrega de sacrifício vivo,de renuncia,em obras e arrependimento.
Será que estamos fazendo o suficiente para que minha vida espiritual como faço pela minha vida física?...Caim não preocupou-se com isso,sua maior atenção foi ter ao invés de ser. É assim,que muitos tem vivido.Não sou compra uma vida próspera,aliás só dá quem tem!Mas,penso que os conceitos de prosperidade perderam seus valores,e estão sendo invertidos,quando se ensina que devemos buscar as coisa primeiro e depois o reino de D'us.
Muitos estão caminhando numa miseria espiritual,decadentes da fé,por não preocuparem em agradar a D'us,assim,ficando sempre como prisioneiros na atenção de si mesmo,dos seus problemas e dificuldades.
Somo chamados para exercer um sacerdócio do reino celestial,o qual para fazermos parte precisamos nos desprender de tudo o que é carnal.Se dicular da idolatria do eu,pois o Senhor disse a Moisés: Não terá outros deuses diante de mim!...O que ele está dizendo?Não serás outro deus diante de mim!
Mas não é isso que se vê.Vemos pessaos buscando em satisfazer a sim mesmo,sem se importar e se envolver com o Pai e na necessidade do próximo.
Não podemos nos contentar com o que alcançamos espiritualmente,sem que experimentemos um nível de adoração plena em uma vida totalmente íntima com o PAi;essa idéia nos leva ao progresso e enriquece a alma,ao ponto de não nos satisfazermos com o que alcançamos espiritualmente e isso nos leva a um segundo passo que precisamos avançar:Ser santo!
Yeshua disse:Sede santo,porque eu sou Santo,isso nos ensina que devemos ter uma vida relativa aquele que é divino,que veio do céu,e não da terra.Yeshua Hamashiach veio do céu,marcara sua história na esperança da um de nós e quando nos tornamos santos a nossa oferta de adoração sobe como aroma suave e agradável às narinas do Todo-Poderoso e ele vem ,se inclina até n´so e derrama suas bençãos.
Na caminhada de uma vida espiritual é preciso sempre pergunata a nossa alma constantemente:Será que basta?
É necessário estar a cada instante buscando a santiadde de D"us,entregando a ele como Abel,as primícias de oferta da adoração.
Sabe como nos tornamos fraticidas?É isso mesmo!Vemos crentes,irmãos matando irmãos:É,quando nos juntamos para falar mal de alguém,fofocamos,praticamos o lashom hará,maledicência da lingua.A nossa língua é um pequeno órgão do corpo,mas ,que quando é usado de uma forma errada,com certeza pode matar alguém.
D'us troxe o mundo à existência através da sau palavra.Ele disse:Haja luz e houve luz!A palavra (LUZ) passou a existir,ganhou forma à partir do momento que foi pronunciada;assim,quando falamos mal de alguém,estamos decretando juízo sobre ela;o mal na vida daquela pessoa passa a existir.Trazemos ao mundo a existência do que não era para existir.
Matamos os irmãos assim como caim,quando a inveja nos envolve.Inveja é desgosto ou pesar pelo bem ou feliciadde de outrem.desejo violento de possuir o bem alheio.
A inveja é um mal que tem impedido a ação de D'us na vida de muitos,pois,quando sentimos inveja estamos travando a vida e as benção do Senhor e o seu povoO invejosos é a pessoa mais infeliz,pois nunca ficará satisfeito com o que é seu,e com certeza não terá o que é do outro.Caim,não recebeu a benção e por isso matou o irmão,como se diz:Nem tu nem eu!
O invejoso está sempre triste,insatisfeito,não se contenta com nada e quando encontra um que está sendo abençoado,lança palavras de destruição,murmuração e questionamentos.
O fraticida religioso é aquele que não faz nada para D'us e só sabe criticar aquele que faz.Proverbios 18-21 diz "a morte e a vida estão no poder da l´ngua;o que bem a utiliza come do seu fruto.
Abel sabia o que era oferta de adoração,e nós,povo de D"us precisamos entender que a oferta de adoração é honrar sempre ao Pai em obediência,não roubando sua autoridade,mas considerando sua soberanias,sua santidade,bondade,dignidade,grandeza e glória.Lembrando-nos sempre o que Yeshua nos ensinou:"Ouvistes o que foi dito aos antigos:Não matarás e quem matar estará sujeito a julgamento...(Mt 5:21 a 26).
esta é a santidade para com a vida.Abel entendia o que era oferta de adoração;ele entregara à D'us toda sua vida,uma oferta de dedicação ao seu D'us,que ele conhecia muito bem,pois seu coração havia um espírito de entrega total.Abel tinha o Senhor Adonai,como o mais precioso,e por isso lhe deu o melhor.
Abel tinha uma alianã com seu D'us,por isso imolou suas primícias como oferta.Toda aliança vem com um derramamento de sangue.sua oferta foi uma oferta de sacrifio e manjares ou seja,total doação em consagração e santidade.
D'us conhecia seu coração,e esta foi a diferença de sua oferta de adoração.Abel foi morto por amar o Senhor,tornando,assim ,ele mesmo uma oferta de sacrifio eterno de louvor e adoração extravagante

Emily Assunção




Nenhum comentário:

Postar um comentário