quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Esta carta foi enviada pelo Ramban

..Igueret HaRamban

Esta carta foi enviada pelo Ramban (Rabi Moshé ben Nachman) da cidade de

Acco a seu filho que vivia na Catalunha, para fortificar-lhe a visão da humildade, a

quem ordenou que a lesse una vez por semana e que a estudasse com seus filhos, e

que a soubessem de cor, de modo a educá-los desde a infância em Irat Shamaim

(temor ao Todo-Poderoso). Acrescentou que no dia em que lesse esta carta,

responderiam dos Céus a tudo que pedisse. E todo aquele que se acostumasse a

dizê-la teria certeza de ser salvo de qualquer infortúnio e teria garantido sua parte

no Oláam Habá (mundo vindouro). [Introdução extraída do livro “ME´ULEFET

SAPIRIM]



"Ouça meu filho a Ética (moral) de seu pai e não abandone a

instrução de sua mãe.” (Mishlei 1,8)

Acostuma-te a dirigir-te a qualquer pessoa, sempre calmamente. Assim fugirás da

ira, defeito grave que conduz ao pecado. Nossos sábios nos disseram (Nedarim 22

Amud 1): "Aquele que se irrita, todas as formas de inferno sobre ele se abatem",

assim como foi dito no Eclesiastes (Kohelet 11,10): "Afasta a cólera de teu

coração e dissipa todo o mal de tua pessoa". E não há mal senão Guehinóm como

está escrito (Mishlei 16,4): “até o ímpio para o dia do mal”. E quando tiveres

dissipado a cólera de teu coração, deverás cultivar a humildade, que é a melhor

de todas as virtudes, como está escrito(Mishlei 22,4): "A humildade conduz ao

temor a D'us”. Porque sendo humilde, te interrogarás sem cessar sobre tua

origem e sobre teu destino; e que você não é melhor que um verme (tendo

consciência de sua fragilidade) em vida e, mais ainda após a morte; E que

deverás prestar julgamento e contas, diante do Rei da Honra, conforme está

escrito (Dibrei Hayamim B 6,18): Eis que o céu e o céu dos céus não te podem

conter, quanto mais o coração dos filhos dos homens!(Mishlei 15,11). E está dito:

Porventura não encho eu o céu e a terra? diz o Senhor (Irmiahú 23,24).Assim que

meditares sobre tudo isso, temerás teu Criador e se cuidará do pecado. Graças a

estas virtudes serás feliz com tua parte. E quando passar a proceder

humildemente e se envergonhar de todas as pessoas e Temê-lo (Hashem) e ao

pecado, então a graça Divina habitará em ti e o esplendor de sua honra te

acompanhará através do mundo vindouro.



E agora, meu filho, saiba e veja que aquele que sente orgulho em seu coração

sobre as criaturas, está-se rebelando contra o Reino Divino, pois se vangloria

com as vestes do Rei, conforme está escrito no salmo (93,1): "D'us é Rei, Sua

veste é a majestade". De que o homem poderia orgulhar-se? Da riqueza? É D'us

que empobrece e enriquece (Shmuel 1 2,7). Da honra? A honra pertence à D'us,

conforme está escrito (Divrei Hayamim 1 29,12): "A riqueza e a honra estão

diante de ti". E como irás orgulhar-te com a honra do teu Criador? Da

sabedoria? Aos que são dignos da confiança emudece, e tira dos anciãos o

discernimento (Iov 12,20). Assim, tudo é igual perante o Senhor. Na sua fúria ele

rebaixa os orgulhosos e conforme Sua vontade eleva os humildes. Assim sendo,

rebaixa-te e D'us te elevará.

Por isso te explicarei como conduzir-te na virtude da humildade, para segui-la

sempre: Expressa-te sempre calmamente, a cabeça encurvada, teus olhos fixando

a terra e teu coração para o céu. Não olhe para a face do homem ao falar com

ele. E considera todo homem como teu superior: se for um sábio ou um rico, tu

deverás respeitá-lo. Se ele for pobre e tu mais rico ou mais sábio que ele, pensa

em teu coração que ele é mais inocente e tu mais culpado. Se ele peca, é por

inocência (sem intenção), enquanto que tu pecas propositalmente.

Em todas as tuas palavras, ações e pensamentos e a todo tempo, pensa que estás

diante do Todo Poderoso e Sua Graça Divina sobre ti, pois Sua Glória preenche o

mundo. Exprime-te com temor e respeito, como o escravo perante seu mestre.

Envergonha-te de qualquer homem. Se uma pessoa te interpelar, não respondas

em voz alta, mas calmamente como quem está diante de seu mestre. Previna-se

para ler a Torá sempre visando cumpri-la. Ao deixar o livro, procura no estudo

àquilo que possamos aplicar imediatamente. Examina teus atos de manhã e à

noite, e com isso todos os teus dias serão de introspecção.

Afasta de ti todas as preocupações mudanças no momento da prece. Prepara teu

coração diante do Criador e purifica teus pensamentos. Pensa nas palavras antes

de saírem de sua boca. E assim fará todos os dias da tua vida e não pecarás.

Assim, tuas palavras, teus atos e teus pensamentos serão corretos. Tua prece será

pura, clara, limpa, bem intencionada e aceita perante D-us, Bendito seja Ele,

conforme está escrito: "Tu preparas seus corações, Tu os escutas" (Salmos 10,17).

Lê esta carta uma vez por semana, nunca menos, a fim de cumpri-la e andar no

caminho do Todo Poderoso. Assim, triunfarás em todos os teus caminhos e será

merecedor do mundo vindouro reservado aos justos. E Todo dias que ler esta

carta, tua prece será atendida pelos Céus quando pedires por algo, para sempre –

Amém. Selá".

Nenhum comentário:

Postar um comentário