quarta-feira, 11 de agosto de 2010

TEOLOGIA DA SUBSTITUIÇÃO

..TEOLOGIA DA SUBSTITUIÇÃO

Em todo o mundo o Espírito Santo está movendo os corações dos cristãos para descobrirem as raízes judaicas de sua fé,e entenderem o relacionamento bíblico apropriado que a igreja tem com o povo judeu.A medida que este trabalho do Espírito Santo continua,nós vamos minimizar a profunda importância desta restauração.Existem aqueles que,por causa de sua ignorância,descuidadamente tratam o assunto como sendo irrelevante à vida diária do crente.Existem também aqueles que procuram impedir esta restauração completamente,proclamando uma doutrina que tem sido usada historicamente para manter a igreja exercendo o papel de adversária e acusadora no relacionamento com o povo judeu.Esta doutrina é conhecida como “Teologia da substituição.

A Teologia da substituição ensina que a igreja substituiu o povo judeu no propósito de D”us.

Esta doutrina ensina que a igreja agora é o novo Israel,e que D’us rejeitou e puniu o povo judeu por causa da rejeição deles a Jesus Cristo,e que não existe futuro para os judeus ou para a terra de Israel.Através desta doutrina,é ensinado aos cristãos que D’us terminou seus propósitos com o Israel “natural”(terra e povo),e que agora Ele está interessado somente na igreja.No ápice,aos cristãos tem sido também ensinado que o povo e a nação de Israel devem ser vistos como qualquer outra nação da terra,sem qualquer significância bíblica ou profética.

Para piorar ainda mais as coisas, no passado foi ensinado aos cristãos que é sua responsabilidade perseguir aos judeus, como um testemunho da ira de que D’us cairá sobre todos os que rejeitaram a Cristo.

A Teologia da substituição ensina que a igreja deve ser atribuída como sendo o Israel Espiritual. Aos cristãos é ensinado para que creiam que eles herdaram todas as promessas e bênçãos feitas à terra e ao povo judeu.A IGREJA COMO SENDO O “NOVO ISRAEL” SUBSTITUIU O ISRAEL NATURAL E AGORA É BENEFICIADA COM TUDO O QUE D’US PROMETEU AO POVO JUDEU.Quando a Bíblia fala em D’us estar abençoando o povo judeu,Ele realmente quer dizer a Igreja Gentílica.Quando D’us fala em abençoar a terra ou a cidade de Jerusalém,Ele está realmente falando “espiritualmente “ à igreja. Estes conceitos são falsos e não bíblicos.



UMA BASE PARA A PERSEGUIÇÂO AOS JUDEUS



Esta teologia tem sido a raiz da causa de séculos de perseguição da igreja ao povo judeu. Isso gerou inúmeras doutrinas insidiosas que têm se manifestado nos piores tipos de todos os homens que foram amaldiçoados para sempre e que devem ser continuamente punidos por terem matado a Cristo.Esta perversa doutrina de demônios(como o apóstolo Paulo nomeia tão apropriadamente como malevolências) infectou a igreja com o orgulho e arrogância, e arrebatou do seu relacionamento bíblico sua responsabilidade para com o povo judeu,transformando-a em uma perseguição cruel,corrompida,e detestável para com aqueles que originalmente foram enviadas para serem um testemunho do amor de D’us,de sua graça e poder.Como a história poderia ter sido diferente se a igreja tivesse discernido o espírito antes de seus efeitos desastrosos!

O último fruto da teologia da substituição foi manifestado no holocausto. As raízes espirituais do holocausto podem ser vistas à medida que esta teologia demoníaca permitiu com que a igreja aceitasse uma das duas posições básicas em relação ao povo judeu: ignorá-los ou persegui-los.A vasta maioria da igreja simplesmente ignorou a condição do povo judeu,à medida que a máquina mortífera nazista continuam ainda hoje.Onde está o clamor da igreja a favor da comunidade internacional judaica e a nação de Israel? Você Crê que a Bíblia promete a terra de Israel aos judeus?Você crê que o seu rejuntamento é parte do cumprimento dessa profecia?Se você crê, está fazendo alguma coisa para que isso aconteça?



CONSEQUÊNCIAS TRÁGICAS PARA A IGREJA



Arrancadas de suas raízes ungidas da fé (Rm 11:17), a igreja caiu no sacramentalismo espiritual hierárquico,nas motivações imperialísticas e nas políticas do poder carnal.Em vez de levar o evangelho da salvação em nome de Yeshua à todas as nações da terra,a igreja começou a arrastar pagãos para sua teia de organização,tomando o poder à espada de aço ao contrário da espada do Espírito como legitimador das suas ações.Não sendo mais capaz de comunicar a fé bíblica,o único autêntico e legítimo legado da igreja,ela ilicitamente substituiu a realidade sobrenatural do “novo nascimento” (João 2:3,7; 1 Pedro 1:23), para as formas e rituais humanamente idealizados.Os pagãos eram batizados não porque tiveram um renascimento espiritual verdadeiro,mas porque esta era a maneira política e social para a aceitação do cristianismo.

O Senhor Yeshua deixou de ser a cabeça da igreja ,e o usurpador,o próprio diabo,tornou-se a cabeça ilegítima da agora pervertida cristandade.Sendo satanás um homicida desde o inicio,a cristandade não pensou duas vezes em derramar o sangue de todos aqueles que ousaram permanecer firmes no caminho da Dominação do mundo.Esta perversão grotesca perseguiu e matou não somente os judeus,mas também todos aqueles que atreveram-se em se por à isso,como o LIVRO dos MÁRTIRES tão vividamente atesta.



O TETEMUNHO CRISTÃO PERVERTIDO

Aquela era a pura igreja de Jesus cristo que foi completamente transfigurada em uma assassina irreconhecível, que por nada pararia para cumprir os objetivos de seu Mestre. Conhecendo o plano de D’us para usar a igreja para provocar o ciúme em Israel, o diabo conseguiu distorcer a Fé uma vez outorgada aos santos.

“Como uma coisa tão cruel e maligna poderia o Jesus que eles proclamam, ser o nosso Messias? Seja ele o que for,quem quer que tenha sido,não é o Messias prometido,porque certamente o nosso Messias não poderia,ou não inflamaria seus seguidores com tanto ódio e maldade!” O plano do diabo obteve sucesso: Uma igreja ignorante perseguindo os judeus em nome de Yeshua,o nome o qual a nação judaica deve crer antes que Ele retorne para destruir o maligno.Os judeus nunca poderiam crer em alguém cujos supostos seguidores os perseguiam e os matavam.



O TEMPO PARA O FAVOR



D’us disse no Salmo 102:13-16 que chegaria um tempo determinado quando Ele iria se levantar e ter misericórdia de Sião,quando seus servos iriam sentir piedade pelas pedras de Sião e compaixão pelo pó.Esta é a hora que D’us está se levantando! Ele está trabalhando nos corações dos crentes em todo mundo. Ele está restaurando a igreja ao apropriado Novo Testamento, para fazê-la entender sua posição de enxertada.Ela está restaurando a igreja para que ela reconheça suas raízes judaicas.Ele está movendo os crentes ao redor do mundo para derramarem amor,sustento e testemunho à Israel. Pela primeira vez desde o inicio do primeiro século o povo judeu irá experimentar a “Verdadeira Igreja “,demonstrando o tipo de amor e poder que irá provocar nos judeus a fé.

A Verdade, que sempre traz liberdade, é que a igreja tem sido enxertada no seu relacionamento com Israel e que ela nunca substituiu Israel. Satanás tem visto o poder com o qual D’us irá trazer libertação pela criação de um relacionamento sobrenatural entre os judeus e os gentios. Ele tem rigorosamente a até aí com sucesso, combatido o cumprimento deste plano bíblico. Nestes dias, D’us está restaurando a igreja a um entendimento que eles tem sido enxertado na oliveira de Israel e são participantes da rica raiz da fé dos patriarcas.

Na percepção de que a igreja está compartilhando desta raiz, novos entendimentos estão começando a acontecer. D’us sempre teve a intenção da existência de um fluir de comunicação,testemunho e amor entre as raízes “cultivadas” e as “selvagens “ como demonstração do seu reino.Ele ainda realizará tais intenções e relacionamentos.Está chegando um dia em que a igreja ao redor do mundo verá e entenderá seu relacionamento apropriado com o povo judeu e agirá para estabelecer linhas de comunicação e reciprocidade nas quais o verdadeiro testemunho do Messias será demonstrado e entendido.Yeshua que tem sido tão difamado e distorcido pelos enganos do diabo,será visto e conhecido por aquilo que Ele realmente é.

A reconciliação da igreja à suas raízes judaicas irá interagir no estabelecimento da integração mundial entre os cristãos e os judeus Estes diálogos internacionais irão continuamente quebrar barreiras de distorção e estabelecer pontes de relacionamento. O que D’us tencionava para a igreja e Israel no inicio se realizará no final. Crentes gentios, ramos selvagens enxertados, estarão se relacionando com o povo judeu livre de religiosidade e preconceito racial, onde o diálogo verdadeiro e o compartilhar podem tomar lugar.O fruto final de uma “teologia de enxerto” será a criação de um meio espiritual onde o verdadeiro testemunho de Yeshua e a manifestação do espírito Santo podem tomar lugar.Em vez de ódio e conflito,podem haver amor diálogo mútuo e harmonia frutífera.Em vez de uma história satanicamente inspirada de perseguição e morte,surgirá um fruto divinamente inspirado e poderoso,cheio de demonstração do poder e do fruto do Espírito santo.]

Muitos judeus crentes não gostam da idéia dos crentes gentios se autodenominarem “judeus espirituais”.Para os judeus a dificuldade com que esta terminologia é que a história daqueles que se auto denominam “judeus espirituais” tem sido a do SUBSTITUA e PERSIGA, e não junte-se e relacione.Para os crentes gentios,isto é uma falta de entendimento verdadeiro frequente emparelhado com o anti-semitismo.

No passado, aqueles que se autodenominaram judeus espirituais o fizeram com a falsa afirmação de que eram os novos escolhidos ou Israel espiritual, substituindo os judeus naturais rejeitados. Esta foi a semente que produziu o fruto de 1800 anos de perseguição, ódio e morte.Eles deveriam ter entendido que no verdadeiro senso bíblico foram enxertados nos ramos naturais,e juntos deveriam estar adorando o D’us de Israel,compartilhando as alianças,e usufruindo da cidadania na nação de Israel.Então,eles também entenderiam que a sua posição lhes foi dada pelo Senhor,Aí então poderiam compartilhar da rica herança espiritual de Israel e provocar no povo judeu o ciúme espiritual através do seu amor e da demonstração sobrenatural dos dons e frutos do Espírito santo.

D’us usa o conceito de enxertados para ilustrar o relacionamento íntimo que os crentes gentios deveriam continuamente manter com o povo judeu. Este relacionamento progressivo deveria ser cultivado. Só assim o povo judeu poderia ser o recipiente de um testemunho de amor e da verdade das declarações messiânicas de Yeshua, a medida que a igreja demonstra o amor e o poder do espírito santo.

Porque a igreja cresceu arrogante contra os ramos e foi arrancada das raízes da fé, ela estava incapaz de manter um testemunho de poder do Espírito santo. À medida que o poder do Espírito santo começou a diminuir, a igreja virou-se para as falsas doutrinas e tradições a fim de justificar sua falta de poder.É muito triste que muitas denominações ainda tem as mesmas racionalizações teológicas para sua falta de poder.

A medida que D’us restaura os crentes a seu relacionamento concominante na demonstração do poder do Espírito santo. D’us quer provocar no povo judeu um ciúme espiritual pela demonstração do amor e do poder do Espírito santo na igreja. Isto irá acontecer porque é plano de D”us e também Sua intenção. Citando os antigos rabinos, vamos orar ardentemente para que isso aconteça rapidamente em nossos dias.



Baruch Hashem !

Nenhum comentário:

Postar um comentário